quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

1º/12/1978



Hoje diga trinta e três.
Por favor, diga outra vez.
Não basta ouvir a respiração,
preciso auscultar o coração,
sabê-lo pulsando por mim,
som do amor sem fim,
eco de acerto e erro,
aconchego e desterro.
Relógio do desafio,
trinta e três anos a fio,
na verdade, pouco mais,
desde o esboço dos ideais.
E fomos fortes até agora,
nenhum revés apavora,
ao contrário, aproxima,
um ao outro reanima,
revigora, reabastece,
realenta, rejuvenesce.
Reconduz ao passado,
namorada, namorado,
total cumplicidade,
paixão, tenra idade,
namoro, noivado,
projeto consagrado,
na saúde, na doença,
os filhos, a mantença,
todos dignos, felizes,
sentimo-nos matrizes,
cuja solução da vez
é o número trinta e três.

5 comentários:

  1. Sinto-me muito feliz por ser um dos resultados destes 33 anos! =D

    ResponderExcluir
  2. Tenho orgulho de fazer parte dessa família. Que venham mais 33!!!

    Beijos nos meus dois amores. Um beijo pra você, também, Gu.

    Natália

    ResponderExcluir
  3. 33 mil beijos para vocês!!! André e Sueli.

    ResponderExcluir
  4. 33 anos atras eu estava la naquele casamento, abrindo caminho para uma noiva linda, cheia de esperanca e expectativa. O noivo, mais lindo impossivel. La estava eu, com meu vestidinho amarelo plissado e grinalda de flores. Tenho muito orgulho de fazer parte dessa historia magica. Felicidades para a nossa familia, por que atras de nos vem mais gente!!!!! Beijos, meus queridos!
    Carla.

    ResponderExcluir
  5. Muitas alegrias compartilhadas por todos nós, os que lá estavam e os que vieram depois.

    ResponderExcluir